fbpx

5 dicas para o seu planejamento de carreira

Você está pensando no seu futuro profissional? Separamos para você cinco dicas que devem ser consideradas no momento de criação do seu planejamento de carreira.

O nosso futuro profissional envolve decisões que moldam a vida que desejamos para nós e para as pessoas que amamos. E um plano de carreira nos ajuda a obter um senso de direção, mesmo que as decisões sobre nossa profissão aflorem sentimentos como medo e insegurança.

Nós, como profissionais, não podemos nos dar ao luxo de terceirizar a responsabilidade pela nossa carreira. O profissional atual precisa deixar o lugar de espectador e assumir a posição de protagonista das suas escolhas, sejam elas boas ou ruins.

O plano de carreira pode ser utilizado como guia para que os colaboradores nas empresas possam desenvolver suas potencialidades em longo prazo. Mas os profissionais também podem elaborar o seu próprio planejamento de carreira, ao identificar seus objetivos e definir suas estratégias. Assim podemos nos preparar de forma adequada para as possibilidades que envolvem a nossa profissão.

A necessidade de um planejamento de carreira fica ainda mais clara ao compreendermos as características da geração que está entrando no mercado de trabalho atual, a Geração Z ou Nativos Digitais.

Essa geração é composta pelos nascidos a partir de 1997 e é conhecida por ter uma relação familiar com a tecnologia, por serem mais corajosos para empreender e por buscarem trabalhos prazerosos. Essa nova turma se preocupa mais em ser reconhecido e ter propósito na vida do que com estabilidade. De repente o porquê de fazermos algo tem muito mais valor do que o quanto ganhamos.

Mas ter um plano de carreira não é exclusivo para quem está iniciando no mercado de trabalho, muito pelo contrário, por toda a nossa vida profissional precisamos tomar decisões sobre a nossa carreira, redefinir os rumos da nossa profissão e visualizar a nossa jornada.

Pessoa em pé em asfalto, com duas setas apontando em direções opostas pintado de branco no chão
Foto por Jon Tyson via Unsplash.

Sei que você já entendeu que precisamos refletir sobre o nosso futuro profissional para que tenhamos clareza no caminho a ser percorrido, então agora eu convido você a pegar papel e caneta e anotar essas dicas para elaborar um planejamento de carreira consistente!

1. Autoconhecimento

Autoconhecimento é o início de todo o processo, pois nos ajuda a identificar o nosso diferencial.

Reflexo de um olho em um espelho
Foto por Vince Fleming via Unsplash.

Você pode encontrá-lo com a ajuda de livros, filmes, seriados, palestras, viagens e tantas outras maneiras. Não existe receita de bolo nesse momento, o essencial é se manter aberto a novas experiências.

Esse processo de experimentação nos dá a confiança necessária para enfrentar o que o mercado de trabalho exige de nós, como a produção de um currículo, o momento de uma entrevista de emprego, até definir a sua colocação no segmento que você deseja com segurança no que está fazendo.

Se você não gastar tempo para se conhecer e definir suas prioridades, você dá abertura para que outros o façam por você. E não é bem melhor quando somos donos de nossas próprias escolhas?

Tenha em mente também que o autoconhecimento acontece ao longo de toda a nossa vida, pois nós amadurecemos e mudamos. Então precisamos entender esse processo como um ciclo e não como uma linha reta com ponto de chegada.

2. Definir seus objetivos

Um exercício prático nesse momento é criar um “mural dos sonhos”.

Como você imagina a sua vida daqui a 5, 10 ou até 20 anos? Tanto profissional e pessoalmente.

Mural dos sonhos, com colagens de palavras e imagens que remetem a viajar, inspiração, etc.
Foto de Inside the Office.

Você pode inclusive posicionar o mural dos sonhos em um local que você possa visualizar todos os dias, o que pode lhe ajudar nos momentos de desmotivação e insegurança.

3. Traçar estratégias

Uma vez definido seu objetivo, você precisa identificar qual o caminho para chegar nessa posição desejada.

Cada pessoa possui suas características e experiências de vida e isso deve ser considerado no momento de definir qual o melhor caminho para você.

Foto por Brands&People.

É primordial aceitar que cada um de nós tem o seu tempo: alguns podem levar 1 ou 2 anos para atingir seu objetivo, mas outros podem precisar de mais tempo (a maioria está nesse grupo).

E está tudo bem, porque não é uma competição. É a sua jornada e você deveria se sentir orgulhoso do que está sendo construído!

4. Buscar exemplos de sucesso

Quem é a pessoa que já está na posição que você deseja? Quem você admira? Pode ser alguém famoso ou até mesmo alguém próximo a você, como um parente ou amigo.

Ativista paquistanesa Malala Yousafzai
Ativista paquistanesa Malala Yousafzai. Foto via Apple.

Ao identificar quem é essa pessoa, você pode pesquisar sobre a sua jornada e o que ela precisou fazer até se destacar dentro da sua área de atuação. Esse exercício pode abrir o nosso olhar para novos horizontes.

Só percebemos a importância da nossa voz quando somos silenciados.

Malala Yousafzai

É interessante perceber que nós projetamos em outras pessoas características que admiramos em nós mesmos, ainda que de forma inconsciente. Então, buscar exemplos de sucesso pode ajudar você a se conhecer mais um pouco também.

5. Visualizar sua jornada

Mesa com vários materiais de papel, e lapiseiras, com notebook e tablet a direita, dando enfoque a um caderno de anotações e colagens a esquerda. Planejamento de carreira.
Foto por Estée Janssens.

Colocar no papel tudo o que está se passando na sua cabeça ajuda a visualizar as suas possibilidades, entender que conhecimentos você precisa buscar ou aprimorar e que habilidades necessita desenvolver.

Nesse momento você já tem uma ideia de que profissional você quer ser, mas você pode utilizar ferramentas para se aprofundar mais ainda, como a Análise SWOT.

Ela pode ser aplicada em nossa vida profissional e pessoal e nos ajudar a construir nosso plano de carreira através de quatro perspectivas. Ao analisarmos nossas forças e fraquezas estamos olhando para nós mesmos, e quando avaliamos as oportunidades e ameaças precisamos perceber o cenário a nossa volta.

E esse conjunto de dicas nos ajuda a tomar decisões mais conscientes e responsáveis. Vale ressaltar, que o plano de carreira não é estático! Nós somos seres humanos em constante evolução e é normal que o nosso amadurecimento exponha a necessidade de revisar o plano e redirecionar os esforços.

Conheça a Nouhau!